Av. Nove de Julho 4939 - cj64 - Torre Europa | Jardim Paulista | São Paulo leandro@leandrobrum.com.br

Procedimentos

Contorno Corporal

=

Lipoaspiração

Melhora a forma corporal, removendo depósitos de gordura resistentes aos exercícios físicos e outros tratamentos.
As técnicas de lipoaspiração são tipicamente executadas depois da infusão de uma solução salina nas células de gordura, contendo um anestésico local e adrenalina para reduzir a perda de sangue, permitir uma remoção mais fácil da gordura, assim como diminuir o desconforto pós-operatório. Isto também reduz os hematomas e inchaços pós-operatórios.

Recuperação:
Normalmente, o paciente retorna ao trabalho, decorridos sete a quatorze dias. As atividades mais exigentes podem ser retomadas decorridas três a quatro semanas. A recuperação total dos hematomas pode levar quinze dias, enquanto do inchaço pode demorar até cerca de três meses, dependendo da quantidade de gordura que é removida e das áreas que foram tratadas.
Fonte: ISAPS.

=

Lipoaspiração Ultrassônica

A tecnologia de lipoaspiração ultrassônica, realizada com o VASER Lipo®, se constitui de ondas ultrassônicas que são emitidas, direcionadas especificamente ao tecido de gordura, onde essa gordura se emulsifica (derrete). Um dispositivo de sucção remove suavemente a gordura liquefeita, preservando os demais tecidos.

Como o VASER® dissolve apenas a gordura, o paciente perde o mínimo de sangue, tem menos dor no pós-operatório e melhor recuperação. Leia mais aqui.

=

Abdominoplastia ou Dermolipectomia Abdominal

A pele e a gordura do abdômen em excesso são removidas cirurgicamente. Dependendo da necessidade do paciente, os músculos da parede abdominal são reforçados. A incisão é feita em forma arqueada acima da região do púbis e seu depende da quantidade de pele e gordura a serem removidas.

Melhora o aspecto do abdômen e devolve ao paciente seu contorno corporal, que pode ter sido alterado pela obesidade ou pela gravidez. Em alguns casos é realizada uma lipoaspiração nos flancos para obter melhores resultados.

Recuperação:
O paciente pode retornar ao trabalho decorridas três a quatro semanas. Posterior À reavaliação médica, o paciente pode voltar às atividade mais intensas após cerca de quatro a seis semanas. No espaço de três meses a um ano depois da cirurgia, as cicatrizes tender a se tornar menos visíveis.
Fonte: ISAPS.

=

Cirurgia para os braços – Dermolipectomia braquial.

O objetivo da dermolipectomia braquial é reduzir o excesso de pele e o diâmetro do braço. Quando existe um bom tônus da pele ou a pele flácida é mínima, os depósitos de gordura podem ser reduzidos através da lipoaspiração. Mas se houver um excesso de pele acentuado e flacidez, o melhor resultado só será obtido através de incisões cirúrgicas. A incisão será feita numa dobra axilar e na face interna do braço, a partir de uma linha que se estende desde a axila ao cotovelo.

Recuperação:
O paciente poderá voltar ao trabalho após dez ou quinze dias. Atividades mais intensas serão liberadas após três ou quatro semanas da cirurgia.
Fonte: ISAPS.

=

Ninfoplastia (cirurgia da intimidade)

A Ninfoplastia, também conhecida como cirurgia íntima, é a cirurgia plástica de redução dos pequenos lábios vaginais.
Durante a puberdade, as mulheres podem ter um desenvolvimento anormal dos pequenos lábios vaginais, adquirindo tamanho desproporcional que por vezes tornam-se maiores que os grandes lábios. Além do desconforto estético pelo tamanho excessivo, o problema pode causar danos de ordem funcional, dificultando a higiene, a ventilação do local e trazendo incômodo durante as relações sexuais.

A ninfoplastia é a cirurgia responsável pela retirada do excesso de mucosa do local e por devolver o aspecto natural da genitália feminina.
Fonte: SBCP.

=

Lipoescultura

Este procedimento cirúrgico consiste, inicialmente, na aspiração de gordura da área chamada doadora, que será transferida à outra região com pouco volume de gordura, chamada de receptora. A região que normalmente recebe essa gordura é o bumbum, para que se atinja um melhor contorno.

Esse processo é feito com uma seringa e cânula fina. De acordo com a quantidade de gordura necessária para a correção da área receptora de gordura, o cirurgião decide pela melhor técnica e região que servirá como doadora.
Melhora-se muito o volume na enxertada, porém vale saber que uma parte dessa gordura é reabsorvida pelo organismo.
Fonte: ISAPS.

=

Miniabdominoplastia

Remove pele e gordura do abdômen nos pacientes que apresentam flacidez de pele e excesso de gordura localizado somente abaixo do umbigo. A cicatriz é um pouco maior que a cicatriz de uma cesárea. Pode ser associada ao reforço muscular da parede abdominal e lipoaspiração do abdômen.

Melhora o abaulamento da parte inferior do abdômen. Atividade física fortalecendo o tônus da musculatura abdominal e melhora da postura, contribuem bastante com o resultado.

Recuperação:
É importante um repouso domiciliar de dez a quinze dias, quando o paciente poderá retornar às atividades profissionais. Atividades mais intensas e exercício físico, somente após quatro semanas.
Fonte: ISAPS.

=

Cirurgia das coxas – Dermolipectomia crural.

A dermolipectomia das coxas diz respeito a uma variedade de intervenções que removem pele e gordura da coxa com o objetivo de diminuir o diâmetro e ou suspender a pele flácida das coxas. É realizada através de incisões que podem ser verticais e ou horizontais, dependendo do grau de flacidez e da quantidade de tecido a ser removido.

Recuperação:
Exige 3 a 4 semanas de movimentação limitada: impossibilidade de abrir as pernas ou de flexão excessiva. O uso de uma malha elástica pode ser importante para limitar os movimentos da coxa e evitar abertura dos pontos.
Fonte: ISAPS.

=

Gluteoplastia

Desde que não haja flacidez ou sobra de pele, qualquer pessoa que tenha as nádegas pouco desenvolvidas pode se beneficiar com a gluteoplastia. Com a cirurgia é possível modelar, dar firmeza, arredondar e dar uma projeção mais sensual e jovial aos glúteos.

No entanto, o glúteo não é uma área tão distensível quanto a mama, porque a pele é menos elástica e a camada muscular e a adiposa são muito maiores e mais grossas. Por esse motivo, não é possível ter uma variedade de aumento e de formato muito grande.
Para maiores informações, agende sua consulta médica.
Fonte: SBCP.